fbpx

Você já ouviu falar em caminhabilidade?

Um dos conceitos recente de mobilidade urbana sustentável é a caminhabilidade (walkability, em inglês) que foca nas condições do espaço urbano vistas sob a ótica do pedestre. Ou seja, depois de décadas de projetos urbanísticos que privilegiaram os veículos automotores, grandes cidades no mundo inteiro passaram priorizar a locomoção dos pedestres nas ruas.

Caminhabilidade muda cenário urbanístico em Goiânia

Goiânia recebeu em 2019 a revitalização da Rua 8, no Centro, também conhecida como Rua do Lazer, um espaço dedicado exclusivamente para o tráfego de pedestres, composto por áreas para convivência, cultura e esportes, com o objetivo de estimular a caminhabilidade. A famosa rua, conhecida por ter sido cartão postal nos anos 80, agrega tendência urbanística que é presente em diversas cidades pelo mundo: as Ruas de Pedestres.

Outro espaço em Goiânia que traz um conceito parecido e já é conhecido por seu alto índice de caminhabilidade é a Alameda Ricardo Paranhos, no Setor Marista. Constituída por um largo canteiro central que corta toda a extensão da avenida, a via já se tornou um dos mais charmosos espaços para prática de atividade física. Com academia a céu aberto, pista para caminhada e ciclovia, a via é altamente arborizada o que confere ao local mais conforto térmico ao microclima da região.

Caminhabilidade é tendência no Brasil e no mundo

Um estudo encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) ao Ibope, em 2014, revelou que apenas 22% da população brasileira pratica de fato a caminhabilidade ao ir para o trabalho ou escola. Conforme o levantamento 44%, quase a metade dos brasileiros, fazem seus deslocamentos diários de ônibus e carro individual, o que revela a necessidade de mais investimentos na área.

Nesse sentido, priorizar o tráfego de pedestres é uma tendência mundial, que propõe uma mudança de visão sobre a mobilidade urbana, onde a prioridade é criar infraestrutura que facilite a fluidez do caminhar das pessoas. Dessa maneira, os pedestres podem trafegar em meio a patinetes e bicicletas, por exemplo, com total segurança.

O Plateau d’Or prioriza o conceito de caminhabilidade em seu projeto

Dentro dessa mesma perspectiva, o condomínio o Plateau d’Or, promete ser um exemplo a ser seguido para o estímulo de uma mobilidade sustentável e segura ao trazer para suas vias os modernos conceitos urbanísticos. O walkability busca estimular a caminhada agradável em espaços especialmente planejados para isso e o placemaking, que propõe um processo de planejamento, criação e gestão de espaço totalmente voltado para as pessoas, visando uma maior interação entre elas e o próprio meio, e transformando pontos de encontro de uma comunidade (parques, praças, ruas e calçadas) em lugares mais agradáveis e atrativos.

Resumindo, esse conceito é totalmente inédito em Goiânia e o Plateau d’Or valoriza cada metro quadrado priorizando o bem-estar dos seus futuros moradores. O deslocamento diário que, na maioria das vezes, é um momento estressante, passa a ser mais fácil e prazeroso.

Gostou de saber mais sobre a caminhabilidade? Estamos sempre trazendo novidades a respeito do empreendimento e do mercado imobiliário, continue nos acompanhando!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Fale com um

especialista Plateau D'or Safra

Copyright © 2020 todos os direitos reservados.

Grupo Toctao LTDA – CNPJ 12.345.678/1234-06